Credo in Unam, Sanctam, Cathólicam et Apostólicam Ecclésiam

"Na presença dos Anjos ei de cantar-Vos e adorar-Vos no vosso santuário."
(Salmo 137, 1)

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Porque um Cristão não deve ser Espírita



Está decretado que o homem morra uma só vez, e depois disto é o julgamento” (Hebreus 9,27)

Cristianismo X Espiritismo

Hoje em dia muitos cristãos se dizem espíritas e muitos espíritas se dizem cristãos, porém essas pessoas estão enganadas, porque o cristianismo nada tem a ver com o espiritismo. São duas doutrinas totalmente opostas. Nós devemos estudar a doutrina da religião em que acreditamos para não caímos nesse tipo de erro.

Nós cristão acreditamos que só se vive uma única vez, não voltaremos a ter outras vidas terrenas, nem tão pouco teremos a chance de nos redimirmos noutras vidas e acreditamos na vida eterna.

O espiritismo, ao contrário, prega que poderemos viver muitas vidas, ou seja, a reencarnação e que essa vida é apenas uma etapa.

Ressurreição X Reencarnação

Nós cristãos acreditamos firmemente na Ressurreição dos mortos, ou seja, como Jesus ressuscitou e vive para sempre, assim também, nós ressuscitaremos depois da morte, os justos viverão para sempre com Cristo ressuscitado.

Os espíritas centralizam sua doutrina na reencarnação, na qual o ser humano iria nascer e renascer várias vezes, em vários corpos diferentes (algumas doutrinas acreditam que até em corpos de animais) sem cessar para purificar-se. Nesse processo está a lei do progresso na qual a alma vai evoluindo sempre sem regresso e a lei de causa-e-efeito, ou “karma”, na qual a alma precisa se purificar de suas más acções, nesta vida ou nas seguintes.

No tempo de Jesus haviam duas doutrinas opostas, uma acreditava na ressurreição dos mortos (como nós cristãos) e a outra acreditava na reencarnação (como os espíritas). Por isso que algumas pessoas as vezes falaram sobre Jesus: “É Elias, ou algum dos profetas…” (Mateus 16, 13-14) elas acreditavam na reencarnação.

Na conversa que Jesus teve com Nicodemos Jesus fala em nascer de novo, porém Nicodemos não compreendeu como um homem adulto voltaria para o ventre materno, há pessoas que interpretam essa passagem ao pé da letra e acham que Jesus afinal estaria falando sobre a reencarnação, mas Jesus é bem claro: “quem não nascer do Espírito” quem não nascer de novo pelo Espírito, ou seja pelo Espirito Santo, o que quer dizer a verdadeira conversão. (João 3, 1-8)

Também temos a parábola do rico e do pobre Lazaro:

"Ora, havia um homem rico, e vestia-se de púrpura e de linho finissimo, e vivia todos os dias regalada e esplendidamente. Havia também um certo mendigo, chamado Lázaro, que jazia cheio de chagas à porta daquele. E desejava alimentar-se com as migalhas que caíam da mesa do rico; e os próprios cães vinham lamber-lhe as chagas. E aconteceu que o mendigo morreu, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; e morreu também o rico e foi sepultado. E no Hades ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe Abraão, e Lázaro no seu seio. E, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e manda a Lázaro que molhe na água a ponta do seu dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama. Disse, porém, Abraão: Filho, lembra-te que recebeste os teus bens em vida, e Lázaro somente males; e agora este é consolado e tu atormentado. E, além disso, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que quiserem passar daqui para vós não poderiam, nem tão pouco os de lá passar para cá". (Lucas 16,19-26)

Nessa parábola podemos perceber que quando uma pessoa morre ela irá para um lugar determinado, não fica aqui na terra vagando, e não sairá de lá, seja para o céu, para o inferno ou para o purgatório.

Podemos analisar também que quando Jesus se transfigurou apareceram conversando com ele Moisés e Elias (Marcos 9,4), ora eles estavam vivos (com corpo glorioso), não estavam reencarnados, estavam ressuscitados, é nisso que nós cristãos acreditamos, na ressurreição dos mortos.

Misericordia X “Karma”

Nós cristão acreditamos na imensa misericórdia de Deus, nós seremos salvos pela graça, nossos pecados serão perdoados pela Cruz redentora de Cristo.

Os espíritas crêem no “karma”, ou seja, que tudo que fizermos de mal deverá ser pago, ou nesta vida ou nas demais, progredindo pelos seus próprios esforços a cada existência.

Jesus, nosso Deus e Salvador X Auto-redenção

O mais grave quando alguém acredita na reencarnação é pensar que irá se salvar por méritos próprios. Isso é negar totalmente o sacrifício de Jesus na Cruz. Ele é o nosso salvador, nós fomos resgatados por Ele, pelo seu sacrifício na Cruz é que fomos salvos, e não por nós mesmos. O homem por si só nunca seria capaz de se salvar, foi preciso que Jesus morresse por todos, além disso Jesus é Deus, é o Filho de Deus, segunda pessoa da Santíssima Trindade, Deus de Deus, Luz da Luz… os espíritas também não acreditam nessa verdade, para eles Jesus é um “espirito iluminado”, ou seja, um modelo a ser seguido, mas não é Deus. Portanto, os espíritas negam a divindade de Jesus.

Por esse ponto de vista é inadmissível que alguém se considere cristão e espírita, porque a doutrina espírita nega o próprio Cristo. É completamente contraditório crer na reencarnação, negar a divindade de Cristo, ir ao Centro Espírita para receber um passe, falar com os mortos… e depois ir à Igreja para celebrar o Mistério da Páscoa de Jesus, a nossa Salvação.

O link abaixo é um video do padre Paulo Ricardo explicando maiores detalhes sobre o assunto:

http://www.youtube.com/watch?v=WtWIfXOIsVU

12 comentários:

  1. Se não cai sequer uma folha de uma arvore sem a permissão de Deus, porque crianças são mortas, assassinadas, mal tratadas, se elas pela inocencia ja herdaram o reino dos ceus?SÓ entrara no reino, aquele que for livre de todo e qualquer pecado, o que não for, queimara para sempre no inferno. Deus permitiria alguem queimando para sempre, para toda a eternidade?????

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. porque somos livres para escolher Deus sempre nos fala atraves de sua palavra e na mente para nos direcionarmos a sua voz.Mais o ser humano tem a natureza pecaminosa sempre desobedecendo ,entao isso faz com que soframos Deus é um Deus de amor Deus luta todos os dias para tomar-mos a direçao Dele .Deus deixou leis ,Deus deu seu filho para o nosso resgate ,Deus todos os dias chama e implora! volte meu filho !...Nao sofreriamos tanto se no´s O obedecemos .Tem tantos perigos que Ele nao quer que caiamos .Deus é perfeito ,Amoroso nunca devemos esquecer-mos dissoo!!

      Eliminar
  2. Resposta em :

    http://temaspolemicosigreja.blogspot.pt/2013/04/resposta-um-leitor-deus-permitiria.html

    ResponderEliminar
  3. Irmãos compreendam a complementariedade, percebam conscientemente isso através da historia e com conhecimento analisem o discurso. As respostas estão aqui na realidade e em nos mesmos e da nossa incapacidade que surge a duvida. A dualidade e inerente ao universo. Evoluam, cristãos e espiritas pois sao um só, todos seres humanos na busca pelo entendimento da vida e para isso nao bastam somente palavras temos que vivenciar este fenômeno divino com fe na própria vida, que e o exemplo de Cristo, de sua evolução moral, e apreendermos ao máximo com esta verdadeira oportunidade para sermos felizes. Nos sabemos as respostas, sabemos tambem que muitas nao somos capazes de responder, e isso basta. Pensemos nao na contradição, mas sim na união.

    ResponderEliminar
  4. Tudo bem. Se tem uma coisa que Deus nos concede, acho que os adeptos de todas as religiões concordam nesse ponto, é a liberdade de consciência de cada um. O importante é olhar para o nosso coração, para que nso tornemos mais humanos em todos os nossos atos e pensamentos.
    Confesso que gosto de disputar a verdade, mas isso é tolice. Que a Igreja possa continuar a se aproximar mais do sofrimento humano e continue a auxiliar os homens a caminhar nesse vale de lágrimas chamado Vida. Que nos esforcemos para experimentar esse amor que o Mestre nos ensinou.....embora ele seja duro, pois significa deixar de aldo o pr´prio ego...

    ResponderEliminar
  5. parabéns pelos sábios comentários... entendi a diferença entre os
    dois e sei que JESUS CRISTO é nosso Redentor...Obrigada

    ResponderEliminar
  6. Minha mãe é metade espírita e metade católica. mesmo que digam que isso é impossível, eu digo que é. Meu avô é medium e eu acredito nele. Quando criança fiz catequeze, meu avõ tambem fez, e não é por ser médium que ele deixa de acreditar em Jesus. Há algumas coisas incorretas nessa página por exemplo: nao sao todos os espíritas que negam a divindade de Jesus assim como nem todos os cristãos concordam com certas coisas. A igreja católica é de certa forma diferente da evangélica, que é diferente de outras igrejas protestantes, mas todas acreditam em Jesus. Tenho amigos, e até na propria familia, pessoas que se dizem cristãs, porem concordam com certas coisas do espiritismo que eu também concordo. como por exemplo, a vida pós a morte. Do jeito que esta escrito aqui nao é o jeito correto visto pelos espiritas. eu nao acredito cem por cento na reencarnação mas acredito na vida apos a morte, como um lugar junto a Deus e Jesus, onde pessoas que fizeram o bem durante a vida possam fikar. Pessoas muito mas, vao para, vamos dizer que nao é um inferno, por que Deus nao quer que nos soframos. porem , essas pessoas precisam de certa forma, nao PAGAR os pecados, poruqe essa palavra é muito vingativa, mas precisam aprender a ser boa! Precisam reconhecer que estão erradas e rezar, converter-se À Deus! isso nao é ir para o inferno e arder eternamente! é BEM diferente! os cristãos ( tambem sou) acreditam na ressurreicao, que é basicamente a mesma coisa! o que é a vida eterna??como se pode ter vida eterna se ja morreu? entao. VIDA APOS A MORTE. mas este nome é muito banal para algo do tipo. algo tao bom. nao é bom saber que depois de morrer e ter cido uma pessoa bondosa, voce estara junto com Deus no "ceu" ? os cristãos dizem que viv-se apenas uma vez. Para mim, vive-se apenas uma vez em terra mas acho que depois vamos para o céu, como pessoas boas e seguidoras de Jesus. o que é vida eterna então? para mim, a morte é quando o seu corpo morre, mas o seu espirito vai para o ceu com Deus e outras pessoas boas, que fizeram sua vontade em terra! O mais importante de tudo isso é que eu acredito em Deus, acredito em Jesus, e só. isso que importa. os excessos sao de menos! o que vale é ser uma pessoa boa e amar à DEUS e á JESUS! amém <3 <3 <3

    ResponderEliminar
  7. Otimas palavras,mais a minha familia eram cristãos e agora sao espiritas eu mostro pra minha mae a verdade,mas ela nao acredita

    ResponderEliminar
  8. Olá sem querer entram em polémica gostaria que comentasse a postura do Padre François Brune e do seus livros nomeadamente o "Os mortos nos falam".
    Ele actualmente ainda continua no Vaticano e é reconhecidamente o seu porta voz para a TCI.
    Do pouco que sei diria que se não foram um Padre teria sido escrito por um espírita.
    Talvez esteja algures por aqui a ponte que falta...

    ResponderEliminar
  9. §1037 Deus não predestina ninguém para o Inferno; para isso é preciso uma aversão voluntária a Deus (um pecado mortal) e persistir nela até o fim. Na Liturgia Eucarística e nas orações cotidianas de seus fiéis, a Igreja implora a misericórdia de Deus, que quer "que ninguém se perca, mas que todos venham a converter-se" (2Pd 3,9): Recebei, ó Pai, com bondade, a oferenda de vossos servos e de toda a vossa família; dai-nos sempre a vossa paz, livrai-nos da condenação e acolhei-nos entre os vossos eleitos.

    ResponderEliminar
  10. Voltemo-nos para a Bíblia, lá estão todas as respostas. Ou se acredita na ressureição ou se acredita na reencarnação. Alertando que a última foi divulgada e criada por um homem Alan Kardec. Na palavra de Deus está escrito, eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai a não ser por mim...como Jesus é Deus, é preciso se voltar para o livro que ele nos deixou pois foi inspirado por ele...lá encontrarão a verdade que é uma só.

    ResponderEliminar

Caro leitor:

Os comentários deste blog serão moderados. Reservo-me o direito de não publicar comentários que fogem ao tema da postagem em questão ou que sejam claramente contra a Igreja Católica. Também reservo-me o direito de não publicar ou de deletar todo e qualquer comentário que considere inconveniente e abusivo. O objetivo deste blog não é promover discussões sobre os temas em questão e sim ajudar na formação católica. Se é contra o que foi exposto, por favor, não perca o seu tempo e guarde a sua opinião para si.

Obrigada pela compreensão.

Muito obrigada pelo comentário.

Taiana de Maria